CONTOS   CRÔNICAS    POESIAS    TEXTOS DIVERSOS    REALIDADE & REFLEXÃO   FICÇÃO   CIENTÍFICA    MÚSICA    IDENTIFICAÇÃO      ESPECIAL    ARQUIVO     IMAGENS     LINKS

                               ARQUIVO - 4 -              

                                   

 

                                      MAIO   2006

TEXTOS DO MÊS

  APARECIDO MEDEIROS  A DOR DA AUSÊNCIA      AUTO-ESTIMA      SER TOLO  TRISTEZAS

DATAS DO MÊS

01-05 - DIA DO TRABALHO

14-05 - DIA DAS MÃES

 

                  APARECIDO MEDEIROS E O GRUPO DAS 4

 

             Mais uma vez o luto se abate sobre o Grupo das 4.

Ontem, dia 08/06/2006, foi à vez de nosso amigo e companheiro Aparecido Medeiros ir para a casa do Pai Eterno. Deixa aqui amigos que o admiravam e respeitavam, pois era realmente uma pessoa do bem.

 Com uma fé religiosa sólida sempre procurou prestar serviço para a comunidade. Foi um incentivador e participante ativo do Grupo, custando a tomar parte como membro efetivo.  Só o fez depois que entendeu que era ali que iria poder ajudar seus queridos alunos. Tudo que incentivasse e promovesse seus pequenos discípulos ele era o primeiro a colaborar. Foi assim que formou grupos de apoio aos jovens adolescentes, confusos e inseguros diante do futuro. Quando percebeu que através da Internet poderia propor e mostrar seu trabalho para outros professores e escolas do município e mesmo do Brasil para copiarem sua idéia, fez questão de iniciar uma página junto ao site do Grupo (REALIDADE & REFLEXÃO).

         Mesmo doente e mal conseguindo andar, vinha a nossa procura sempre com um texto novo direcionado à elevação moral dos pequenos.

         É por isto que era tão amado pelos seus alunos.

         Aparecido foi verdadeiramente amigo, sentindo as dores de seus companheiros como se fossem suas próprias. Sempre pronto e disposto a esquecer seus males em benefício do próximo. É por este motivo que nós do Grupo das 4 dizemos:

         --- Ficamos de novo mais pobres, outra vez. Mais um que nos deixa para formar lá no Paraíso a continuação do que começamos aqui.

         Ele está a nossa espera e só nos resta dizer em soluços:

         --- Adeus amigo, valeu a pena. Esperamos que seus alunos sigam seu exemplo. Deus o receba de braços abertos, pois é outro apóstolo que subiu aos céus.

                                             

                                                Elaine Ventureli Caldas

                                                Em nome do Grupo das 4

                                       

FAVOR LER: (CLICAR)   CAMINHOS PARA A EDUCAÇÃO

                                 Por Armando de Oliveira Caldas

                               

EM TEMPO - Existem vários textos de Aparecido Medeiros para serem inseridos no site. Estão a disposição os seguintes: (clicar no texto para entrar na página)

RR1 – GOTAS PARA O CRESCIMENTO INTELECTUAL

RR1 -  PARA PROFESSORES E DIRETORES DE ESCOLAS DO ENSINO   FUNDAMENTAL

RR2 –  A CRISÁLIDA

RR3 –  OPINIÕES SOBRE A ACIA

RR4 -   PENSAMENTOS

C6    -  AMORES À ANTIGA

C8    -  MALANDRAGEM DE GAROTO

CR1  -  AS PAMONHAS

CR2  -  O MILAGRE

CR2  -  A DESTRUIÇÃO DA MONTANHA

CR10-  A CARONA

CR14-  OS TANGARÁS

CR14-  O DIRETOR

                                   

 

                                               A DOR DA AUSÊNCIA

        

                                                         Num campo chamado santo.

Árvores por todos os cantos.

Pássaros em seus ramos vêm pousar.

Com seu lindo cantar

O lamento amenizar.

No chão gramado

Bronze na pedra cavado

Um nome: para dizer

Onde fica guardado

Um pouco de minha mãe.

As flores já estão arrumadas

De lágrimas molhadas,

Em sua santa morada.

Ajoelhada com as mãos entrelaçadas

Volto-me em oração

Com você eu canto

O desencanto do amor quebrado

Aqui deixado.

De pé, olhos pro alto

Peço a Deus que a bençõe

Fique com Ele, mamãe.

 

II

 

Filha, como posso estar ausente,

Se no seu coração,

Você me faz presente?

Faço das suas flores o meu manto,

Do perfume o alimento,

E das lágrimas o meu rosário.

Com as mãos eu amparo

O coração em relicário

Onde guardo o amor

Pelo tempo apartado.

Com você eu também canto,

Em oração acalanto,

A sublimação do amor de mãe

Que só mudou de lado.

Estou com Deus, filha,

E abençoados todos somos.

 

 

Éden Franchi

 

Poema publicado no (Livro Versos Diversos) CPAC 1999.

Coletânea do Centro de Poesia e Arte de Campinas – Campinas, SP, 1999.

Editora Komedi – todos os direitos reservados aos autores.

 

AUTO-ESTIMA

 

          As pessoas necessitam de auto-estima, de alegria, de bem dizer a vida, de fé e esperança no futuro.

          A preocupação com fatos negativos gera um mal que está se tornando coletivo: a insegurança.

          Esta situação está ligada ao bombardeio de notícias que diariamente são veiculadas pela TV. A ênfase exagerada aos acontecimentos relacionados aos crimes e às corrupções traz um suspense constante.

          Não existem apenas coisas ruins acontecendo. Por exemplo, recentemente numa programação sobre a longevidade no Globo Repórter, foram apresentados exemplos de pessoas que sabem como viver. Também no Fantástico foi mostrada a mão mecânica produzida no Brasil, bem como nosso Astronauta que levou a bandeira brasileira para o espaço.   

          Podemos ver então que é possível mesclar as programações com boas notícias. Por outro lado, quando se mostram crianças praticando crimes, o sensacionalismo deveria não existir. A mente infanto-juvenil está em formação.

          Todos sabem que as crianças são apegadas à TV, ao observarem tais tipos de informações acabam muitas vezes querendo copiar, o que é um perigo.

           A exploração das emoções deveria ser muita bem calculada. O anseio pelo IBOPE gera uma loucura na mídia. Pode se alcançar objetivos direcionando mensagens para assuntos de interesse coletivo, apresentando soluções. Acalmando as mentes e não “colocando lenha na fogueira”.

          Tem uma infinidade de ações ou construções positivas em nosso País, por que não falar um pouco mais sobre tudo aquilo que se faz em benefício da sociedade? (ESQUECENDO A POLÍTICA)

           Em cento e oitenta milhões de brasileiros, alguns milhares podem não seguir um padrão de comportamento adequado, mas a grande maioria é trabalhadora e deseja uma vida mais tranqüila.

            Não se trata de fechar os olhos, mas de se evitar um desgaste mental que bem não pode fazer. Tudo aquilo que tende para o exagero é prejudicial, mas antes exagerarmos no otimismo do que partirmos para o pessimismo.

             Até os excessivos apelos religiosos perturbam a massa encefálica. Tudo tem que ser bem dosado e neste tempo das comunicações um estudo direcionado em benefício das massas é necessário.

            Estamos nos aproximando das eleições e nossos futuros dirigentes precisam mudar o padrão de comportamento frente às câmeras. Falar mal, denegrir é faca de dois gumes. O que acredito, queremos ouvir, são promessas de melhorar, SEM DEMAGOGIA.

           Lavagem cerebral é método perigoso que nos induz para objetivos que nem sempre é o melhor. Infelizmente isto vem ocorrendo, ou seja, a repetição seqüencial de mensagens políticas. Mesmo que tais anúncios mostrem realidades, o caminho utilizado não é o correto.  Este tipo de atitude foi muito utilizado na segunda guerra mundial.

           Abrindo um parêntesis para continuar sobre política.

           Já que estamos em ano de Eleições, oportuno se torna dizer para os candidatos: --- não esqueçam da EDUCAÇÃO em todos os seus ângulos! Mas que não pese somente como argumento. Um carinho especial deve ser direcionado para o ensino. Uma revisão nos estatutos do menor é algo prioritário, a criança deve saber de suas responsabilidades. O civismo tem que ser resgatado. Investir na Educação é a grande meta para termos uma NAÇÃO INTELIGENTE.

           Relegar a educação para um plano inferior é formar um futuro de fácil domínio, quer de políticos ou mesmo externo. Quando falta conhecimento a tendência é acreditar em hábeis manipuladores das palavras.

            Apoiar na miséria para se elegerem deve ser prática condenada. Todos podem ver que em época de eleições sempre é o momento do pobre aparecer na TV. Das casinhas e favelas serem alvos, acompanhados de gestos e atitudes querendo nos enganar.

            Estamos numa época, onde uma tecnologia nunca vista se desponta, é a era da eletrônica. Candidatos são FABRICADOS. Assessorias altamente qualificadas dão suporte a cada gesto e a cada palavra que dizem e não podemos esquecer disto.

             O melhor caminho, diante de tudo isto, é uma análise da vida pública de cada um.

            Voltando ao objetivo deste comentário, temos que nos precaver diante da torrente de acusações que virão aumentar nossa intranqüilidade.

             A TV é um objeto doméstico que alterou totalmente nossas vidas. Tornou-se um bem de consumo necessário nas residências. Faz parte de nosso cotidiano, traz benefícios e também males, mas faz parte da realidade.

 

                                                                      Armando de Oliveira Caldas

                  Ser tolo

                        É tolo achar não ser capaz.

                  É tolo acreditar que tudo terminou, sabendo que o amanhã existe.

                 É tolo sonhar se você puder viver.

                 É tolo acreditar se saber que é mentira.

                 É tolo dizer a verdade sempre, quando não for capaz de sustentá-la.

                 É tolo afirmar quando se precisa negar.

                 É tolo corrigir quando não sabe ser corrigido.

                 É tolo amar os outros quando não sabe amar a si mesmo.

                 É tolo trabalhar quando se trabalha por obrigação.

                 É tolo estudar quando não se dá chance de aprender.

                 É tolo sofrer quando tem conhecimento de que o choro dura apenas uma noite.

                 É tolo sorrir quando se há vontade de chorar.

                 É tolo ser alguém que não é, somente para agradar os outros.

                 É tolo se esconder se você pode aparecer.

                 É tolo ser inútil se for capaz de retirar uma pedra do caminho.

                 É tolo receber uma recompensa que você sabe não merecer.

                 É tolo ser tolo.

                 É tolo acreditar em tudo o que vê, que ouve e que fala!

                 Todos nós somos tolos!

 

                                                                             Filosofia Taty Sitta 2 8/03/2006

TRISTEZAS

 

Durante o dia interminável

Esperava a noite chegar.

Só a noite eu era livre

Como os pássaros a voar.

Meus olhos sonham

Com a paisagem irreal

Das estrelas a brilhar no escuro do céu.

Sinto sobre mim

Bater uma leve brisa

Trazendo o cheiro do mar.

Fico a pensar,

Onde será que estou?

Pareço uma gota no mar.

Os segundos a passar,

As horas estou a contar,

Da tristeza de te ver longe

Sem poder te alcançar.

Fico a sonhar,

Não posso te ver, nem te tocar.

Talvez algum dia, quem sabe, possa te amar.

O som a minha volta

Já não consigo ouvir.

É o silêncio tomando conta de mim.

Queria poder ver além das estrelas a minha volta.

Estou num deserto aberto,

Só que com grades e portas.

O sol me aquece,

Me queima os olhos,

As vezes não enxergo

Só vejo manchas a minha volta.

São como luzes perdidas.

A liberdade está próxima,

Como o anoitecer da terra

E assim dormirei e te encontrarei.

Dormirei ao teu lado

Até o dia chegar

Numa ilusão que não quer acabar.

Saudade de mais,

Eu sinto,

Inevitável.

Mas de repente desperto

Como o desabrochar de uma flor.

Porém estou só como a lua do céu

E espero agora

A noite chegar

Para poder dormir e te encontrar .

                                                                   Bruna Aparecida Fernandes Barbosa