CONTOS   CRÔNICAS    POESIAS    TEXTOS DIVERSOS    REALIDADE & REFLEXÃO   FICÇÃO   CIENTÍFICA    MÚSICA    IDENTIFICAÇÃO      ESPECIAL    ARQUIVO     IMAGENS     LINKS

                           ARQUIVO  - 2 -           

                       

MARÇO 2006 PARABÉNS  HOMENAGEM AO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

INTEGRAÇÃO LITERÁRIA

 

                                               MARÇO - 2006

 

                                PARABÉNS GRUPO DAS 4 !

      NO DIA 22 DE FEVEREIRO DE 2006, O GRUPO DAS 4, POR INDICAÇÃO DO VEREADOR ROVILSON VENTURELLI, FOI HOMENAGEADO PELA CÂMARA MUNICIPAL DE ANDRADAS. O EVENTO CONTOU COM A PRESENÇA DOS SEUS INTEGRANTES, TENDO SIDO REPRESENTADO  NO ATO POR LÁZARO GONÇALVES REIS, QUE RECEBEU UMA PLACA CONSIDERANDO A IMPORTÂNCIA DO MESMO PARA A COMUNIDADE.

 

                           

                                    

    Dia 8 de Março: Dia Internacional da Mulher

    Dia 14 de Março: Dia da Poesia

                                                      

HOMENAGEM AO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

 

 Mulheres que lutam em busca do sonho

Anjos ou demônios, sempre decididas

Apressadas, modelos nas ruas

São luzes que iluminam vidas

 

Dizem serem sexo frágil

É tudo engano, pois são bem fortes

São guerreiras, levantam bandeiras.

Sobem ladeiras em busca da sorte.

 

Mulheres baixas, altas, gordas ou magras

Sem preconceitos de raças ou cores

São tão preciosas, têm cheiro de rosas,

Florescem nos canteiros, no outono do amor.

 

Seria impossível a vida sem elas

Por isso as chamo de imaculadas

Ainda que carreguem um filho no ventre

Enfrentam sozinhas, as pedras da estrada.

 

Às vezes precisam lutar,

Trazem nos braços cansados o filho seu.

Trazem dentro do peito, coração de mulher

Trazem nos rostos a imagem de Deus.

 

Maria Izabel L. Chiodeto

 

 

                                   MARÇO   -  2006 –

 

                                                   INTEGRAÇÃO LITERÁRIA

              

                A sabedoria natural da população revela o caminho de uma nação.  É transmitida de geração para geração formando cultura. No entanto só isto não basta. A assimilação de mais conhecimentos gera trabalho, tecnologia e capacidade social.

               O Brasil é o maior país do mundo considerando suas reservas naturais. Um continente a nossos pés, com uma população ainda pequena diante do seu tamanho. Podemos nos orgulhar de termos nascido aqui.

               Temos obrigação de compormos uma nação forte, capaz de administrar o território. Precisamos pensar com seriedade no que representamos. Cultivar nossa cultura é passo decisivo na independência nacional; na resolução de problemas que nos parecem difíceis ou na criação de caminhos e soluções.

                Aumentar cada vez mais nosso raciocínio é gerar riquezas. Se ficarmos parados, recebendo apenas informações prontas nossa evolução é lenta e nem sempre alcança objetivos.

                Podemos até achar que não temos condições de colocar no papel nossos pensamentos, mas não custa tentarmos.

                Exemplificando, antigamente quando as calculadoras não faziam parte do cotidiano, todos os cálculos matemáticos eram manuais e mentais, o que forçava um raciocínio rápido. Hoje, falta um desempenho maior nesse sentido podendo dificultar a criatividade.

               Não é apenas através da matemática que podemos colocar nosso cérebro a funcionar, a deduzir. A criação literária possui a mesma função.  Seja na construção de um conto, crônica, música ou poesia.

               Inventar ou contar um fato requer colocações corretas de forma a ser entendido pelo leitor.

               Para podermos liberar nossa capacidade de raciocínio é necessária muita leitura.

               É meritório conhecer com profundidade as regras gramaticais, não as desprezando, por outro lado nunca devemos procurar na literatura erros que vez ou outra aparecem. O importante é compreendermos cada uma das mensagens.

              Se o hábito de escrever estiver presente na sociedade os caminhos futuros serão cada vez mais amplos. Muitos entraves deixarão de existir, como pobreza, violência, drogas e vários outros males ainda presentes.

              Mas o que tem a ver as mazelas sociais com a literatura, se às vezes é através dela mesma que há proliferação?

              Realmente muitos utilizam seus conhecimentos para infiltrar péssimas coisas, mas acreditem será minoria insignificante diante dos cento e oitenta milhões de brasileiros, se uma boa parcela resolver expor seus bons pensamentos.

               É o momento de iniciarmos uma corrente do saber.

   

                                                                                                              Armando de Oliveira Caldas

 

                                                  Você concorda?    

 

       O hábito da leitura perdeu espaço.

        O áudio-visual, TV e outros meios de comunicação tomaram conta de nossas mentes. É muito mais fácil utilizarmos o DVD para ouvirmos ou assistirmos mensagens prontas.

         Parece ser a realidade atual, no entanto precisamos lembrar que necessitamos ativar nossos neurônios para o caminho criativo, para a sensibilidade, para o entendimento da alma.

         A leitura não é e não deve ser uma análise gramatical. Aquele que se dispõe a passar para o papel suas lembranças, sua visão do mundo, seus sentimentos tem dentro de si a vontade de expressar sua existência, sua participação na vida.

         Ler um conto, uma crônica ou uma poesia é entrar na vida do autor, é transpor-se para a mente de quem escreveu, de quem trabalhou para mostrar seus pensamentos.

         Quem ler com atenção verá que existe muito mais por traz dos escritos. Mensagens onde a experiência, o conhecimento e a sensibilidade estão presentes.  Às vezes colocamos tópicos em nossos trabalhos que nem percebemos sua importância. Visto por um observador, ele identificará. Isto realmente ocorre e muitas vezes nos surpreende. Temos mensagens recebidas onde isto aconteceu. Faça também seu comentário, envie-nos o e-mail.

                                                        GRUPO DAS 4